quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

A Fantasia tem: CARNAVAL, MODA E RESPONSABILIDADE SOCIAL

Por Jamille Sodré
Nem só de Folia vive o Carnaval

A Responsabilidade Social está sendo cada vez mais incorporada no plano estratégico empresarial da moda brasileira.
No carnaval, a grande festa da folia, cada vez mais agremiações (escolas de samba e blocos), têm visto a importância de agregar a seu desfile as parcerias com cooperativas e ONG, que lidam com moda.

Muitos oferecem cursos de capacitação, em  costura, confecção de adereço,
customização de camisas ( no caso de blocos), dentres outros.


Como é o caso da ONG do bloco Suvaco de Cristo, Divinas Axilias, criada com o objetivo de capacitar e gerar uma grana extra para moradores do Santa Marta-Rio de Janeiro, através da costura e costumização de fantasias pro carnaval. Interessante que conta com a coordenação da Designer Isabel Martins Moreira.Que curiosamente foi rainha da bateria da Suvaco de Cristo nos anos 80. 

Detalhes do barracão da escola de samba União da Ilha do Governador, na Cidade do Samba(meramente ilustrativa)
Apesar de se ver essas alegorias prontas nos meses de  Fevereiro / Março, o trabalho  dura o ano todo, começam os trabalhos logo após o término do
carnaval.
Alguns reutilizam as fantasias do carnaval anterior e reciclam  materias, como plástico PET, plumas sintéticas, metais etc.
 
Fantasias feitas de materias reciclados


A tríade moda, carnaval e reponsabilidade social dá tão certo e é importante, que a Acadêmicos da Rocinha criou Núcleo de Responsabilidade Social, que faz um trabalho com a comunidade de capacitação pra o carnaval carioca.

Para quem quiser se especializar no assunto, já existem cursos para empresas com informações necessárias que possibilitem incorporar práticas de Responsabilidade Social ao seu Planejamento Estratégico Empresarial. Assim como para difundir e ampliar os conceitos de Responsabilidade Social, Marketing Social e Planejamento Empresarial.

O Carnaval não é só um elemento de diversão, traz em si uma ideologia da coletividade e cooperação.Por conta disso funciona agregar a responsabilidade social  e moda a essa festa brasileira.

Fontes: Revista o Globo
         Site Acadêmicos da Rocinha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Notícias